Em capitais como São Paulo/SP e Rio de Janeiro/RJ, é comum observar painéis digitais, abrigos de ônibus e outras faces de mídia out of home que oferecem interação e experiências ao público.
Por se basear em mobiliários e outros locais físicos, o OOH possui formatos que favorecem situações marcantes, prestando serviços e reforçando a experiência do consumidor (CX), que ganha cada vez mais relevância, especialmente entre as novas gerações.

Dados da pesquisa Cenp Meios são animadores para o segmento de mídia out of home. Segundo o estudo, a modalidade conquistou R$ 433,98 milhões no primeiro trimestre de 2019, garantindo nada menos que 11,4% de participação no total dedicado a campanhas publicitárias.
A porcentagem é bastante superior aos 8,4% registrados em 2018.

Em uma campanha saborosa de mídia out of home, um painel digital foi equipado com tecnologia que dispersa odor de churrasco e instalado na estação Sé, a mais movimentada do metrô paulista.
Quem passar pelo local entre 17 de outubro e 9 de novembro poderá conferir a novidade que, no mínimo, chama a atenção e abre o apetite.

Duas cidades com grande fluxo de visitação e turismo ganharam reforço em mídia out of home em meados de outubro. Isso porque a Eletromidia levou opções DOOH para aeroportos nas capitais do Ceará e Rio Grande do Sul.
Administrados pela empresa Fraport Brasil, os terminais aeroportuários Fortaleza Airport e Porto Alegre Airport foram equipados com painéis de LED de alta resolução e mobiliário urbano com telas digitais, todos operados pela companhia de OOH.

Um projeto out of home montado em frente ao Shopping Center 3, na Avenida Paulista, chamou a atenção de pedestres e motoristas ao alertar sobre os efeitos nocivos da poluição para a pele.
Unindo grandes painéis coloridos e uma peça gigante do CC Cream Antipoluição 10 em 1 – produto promovido pela iniciativa -, a Vult levou informação para o público.

Em mais uma brincadeira num canal de mídia out of home, o McDonald’s resolveu “fantasiar” seu próprio logo, desenhando pequenos olhos para que cada arco dourado pareça um fantasma.
Veiculado nos Estados Unidos, o anúncio em outdoor tem clara inspiração no Halloween (Dia das Bruxas), data celebrada em 31 de outubro, em que crianças costumam sair fantasiadas pedindo doces pela vizinhança.

“O rock não vem só do palco, vem de você”. É com esse slogan que a Heineken criou ações out of home, serviços e experiências para o festival que promove diversão e música pelo mundo.
Patrocinadora do Rock in Rio, a marca de cervejas espalhou cartazes por locais como a rodoviária da capital fluminense, além de conteúdos em canais digitais.

Em vez de apenas veicular suas campanhas de mídia out of home, o McDonald’s colocou mais uma ideia inovadora em prática, instalando espaços que servem como abrigos para abelhas em outdoors na Suécia.
Feitos em madeira, os alojamentos foram construídos e fixados de maneira que facilitem a construção de ninhos pelos insetos, que contribuem para a alimentação mundial ao polinizar diversas plantas.

O país é um mercado promissor para a mídia out of home. De acordo com a pesquisa “Inside OOH”, divulgada no último dia 17 de setembro pela Kantar IBOPE Media, mais de 80% da população havia sido impactada pelo OOH nos últimos 7 dias.
A porcentagem é maior que em outras nações onde o out of home também se destaca. Na Espanha, chegou a 71%; no Reino Unido, 70%; na França, 58%; nos Estados Unidos, 55%.
Em território nacional, os anúncios divulgados no transporte foram os mais lembrados pelos participantes do estudo, sendo citados por 68% do total.

Numa iniciativa out of home itinerante, a liga de basquete lançou a NBA Store Truck. O espaço é pioneiro na modalidade sobre rodas promovido pela marca, e foi inaugurado em 11 de setembro, junto ao evento SAP Now, na capital paulista.
O caminhão personalizado tem a maior parte dos componentes de uma loja física – decoração, balcão e até telas -, com a vantagem no transporte.